O que são soft skills e como isso pode acelerar sua carreira?

Está sem tempo para ler este conteúdo? Escute o áudio abaixo ou faça download! 🤘💚

Por muito tempo, habilidades técnicas eram únicas e fundamentais para o preenchimento de uma vaga. 

Apesar de o termo já ser amplamente conhecido a algum tempo, questões mais diretas sobre o que são soft skills — ou habilidades comportamentais — e como elas são relevantes para o desempenho profissional vêm sendo debatido cada vez mais.

Até algum tempo atrás, ter excelentes habilidades técnicas era, sem dúvidas, um fator mais importante do que o seu perfil comportamental, e era o suficiente para justificar uma contratação.

Porém, as coisas mudaram no mercado de trabalho.

Não que o conhecimento técnico deixou de ser importante, longe disso. Mas, se não estiver atrelado a um comportamento — minimamente — considerado ideal, o seu conhecimento não será suficiente para te manter no emprego, por exemplo.

Funciona exatamente como o seu relacionamento em um grupo social: para que dê certo, é preciso que haja sinergia entre seus membros. E é exatamente aqui que entram as soft skills.

Se você tem interesse de trabalhar ou já trabalha no mercado digital, provavelmente já deve ter ouvido falar sobre o que são soft skills e hard skills.

Para identificar quais são as áreas que você deve focar no desenvolvimento, é preciso reflexão e autoconhecimento. Mas, aqui, vamos te ajudar com o primeiro passo: deixar bem explicadinho o que são soft skills e quais são as essenciais para o mercado de trabalho.

Beleza, o que são soft skills?

Basicamente, são um conjunto de habilidades comportamentais que potencializam o seu perfil e somam às hard skills — que são as habilidades técnicas.

Por exemplo: saber trabalhar em equipe, ser colaborativo/a, saber gerenciar o tempo e ter soluções criativas em meio a crises são importantes habilidades para que um projeto tenha sucesso.

Manter uma boa comunicação, ser empático/a e praticar a negociação podem ser essenciais para conquistar novos/as clientes e mantê-los/as com a empresa, por exemplo.

Exercitar o networking pode te garantir um crescimento profissional e, até mesmo, conquistar uma vaga no mercado de trabalho.

Já deu para entender a essência, certo?

Para simplificar, as soft skills são mais subjetivas e difíceis de mensurar, como a criatividade. São comportamentos que envolvem a autoconsciência e o comprometimento da pessoa para aprender, desaprender e reaprender.

Por outro lado, você pode imaginar suas hard skills como habilidades que são fáceis de quantificar e são técnicas, como a fluência em um idioma.

Soft skills x Hard Skills

Muitas hard skills você consegue adquirir por meio de cursos, treinamentos (o Gama Experience é um exemplo) e prática, muita prática.

Enquanto que as softs não são, necessariamente, focadas em serem aprendidas em sala de aula, ou por meio de um curso.

As soft skills são desenvolvidas pela experiência e maturidade de cada pessoa.

Hoje, as soft skills são tão importantes quanto hard skills. Nas entrevistas de emprego, você perceberá que essas habilidades comportamentais são essenciais para responder perguntas dos/as recrutadores/as e, para além disso, demonstrá-las em processos seletivos.

Por que as empresas buscam Soft Skills nos/as candidatos/as? 

As empresas querem pessoas que sejam eficientes e que tenham fit com a cultura organizacional, dessa forma, tornando mais fluida a gestão, deixando a convivência mais harmoniosa e, claro, trazendo mais resultados.

Normalmente, algumas das skills são pré-determinantes para conquistar uma vaga. E isso acontece porque habilidades técnicas são possíveis e mais fáceis de aprender em treinamento, diferente das comportamentais — como falamos antes.

Assim, é possível que a empresa contrate alguém que não tenha tanto conhecimento técnico, mas que seja uma pessoa fácil de se relacionar e esteja aberta a aprender, ao invés de contratar um/a profissional super gabaritado/a, mas sem muita empatia. Ou que não saibam trabalhar em grupo.

Ciente disso, no seu próximo processo seletivo, faça questão de enfatizar e demonstrar as suas soft skills. Você aumenta as chances de sair na frente, mesmo não tendo todo o preparo técnico que a vaga exige. Combinado?

E quais são as soft skills mais buscadas em recrutamentos?

Comunicação

A comunicação é nada menos que se fazer compreensível na mensagem que você quer passar e ajustar o seu tom de acordo com o público ouvinte. 

Dentro da empresa, é um aspecto importante não apenas para liderança, mas por qualquer pessoa.

A prática da boa comunicação pode ajudar a trazer diversos benefícios para o desempenho da organização como um todo, como melhorar o relacionamento e a fluidez de processos, por exemplo.

Veja esse TED sobre a importância de uma boa comunicação — e como tê-la.

Se você exercita essa skill, já está à um passo à frente. Mas, veja bem, comunicação não é só falar. Os/as melhores comunicadores/as são aquelas pessoas que, além de saberem articular bem suas opiniões, também são ótimas ouvintes!

Automotivação

Ter uma atitude positiva e iniciativa de trabalhar bem sem uma supervisão de 8 horas por dia, essa é uma competência comportamental vital para qualquer profissional.

É claro que somos meros humanos mortais, nem sempre estamos no 100% da automotivação e nosso emocional é mutável. Isso é completamente normal, inclusive.

No entanto, é exatamente saber identificar esses momentos e encontrar uma forma de reverter a situação que muda a chavinha e define seu nível de maturidade. Saber identificar seus limites e entender como se desenvolver de forma comportamental também é essencial.

Leia também o artigo em que damos dicas de 10 livros de desenvolvimento pessoal que você deveria ler.

No fim, essa habilidade demonstra que você pode ser confiável, tem comprometimento, e se encaixa de maneira eficiente em uma estrutura organizacional sem a necessidade de supervisão constante.

Liderança

Liderança, além de ser inerente de ter uma equipe para gerenciar, também pode ser pensada como um conjunto de habilidades sociais como:

  • Ter uma atitude positiva;
  • Ser interpessoal;
  • Ter a aptidão de motivar os/as outros/as;
  • Maximizar a produtividade;
  • E por aí vai.

A skill de liderança trabalha com um mix de outras habilidades comportamentais, principalmente de comunicação e escuta afetiva. Isso é importante, acima de tudo, para saber lidar com diferentes perfis na equipe.

Trabalho em equipe

Trabalhar em equipe para atingir um objetivo comum requer intuição e perspicácia interpessoal para saber quando exercer a liderança e quando ser um/a ouvinte.

Para direcionar a empresa no caminho da inovação, as gestões passam a entender que é fundamental trabalhar com times diversos e multidisciplinares.

Isso porque, ao contrário do que se imaginava antes, ter pessoas com o mesmo perfil e mentalidade na equipe trava as possibilidades de divergência e, consequentemente, de novas descobertas.

Dessa forma, é preciso saber trabalhar em um ambiente em que as outras pessoas pensam de forma diferente de você (e que bom!). Isso nos faz voltar a pontos como: saber se comunicar, saber ouvir e identificar como potencializar e complementar as diferenças, por exemplo.

Se existe uma soft skill que não pode ser deixada de lado, esta é trabalhar em equipe.

Solução de problemas

A resolução de problemas não requer apenas habilidades analíticas e criativas.

Além disso, requer também um mindset particular: aquelas que conseguem abordar um problema com a cabeça fria chegam a uma solução com mais eficiência do que aquelas que focam em se estressar com o problema.

Parece simples, não é?

Esta é uma habilidade que, muitas vezes, pode contar com o trabalho da equipe. Afinal, nem sempre os problemas serão resolvidos sozinhos.

Entretanto, a capacidade de saber que podem contar com você para ajudar a encontrar uma solução faz com que você saia em vantagem. 

Flexibilidade

A flexibilidade é uma skill importante na medida em que demonstra uma capacidade e vontade de adquirir novas habilidades, além de uma mente aberta para novos desafios.

Pense que, no futuro (não muito distante!), as profissões como as conhecemos hoje terão mudado drasticamente — muitas nem existirão. Talvez o cargo que você almeja, ou que você exerce, entre nessa lista. E daí: o que você irá fazer, então?

As pessoas precisarão se adequar às novas demandas e necessidades das empresas, tanto comportamental como tecnicamente falando.

Convenceu?

Agora que você sabe o que são Soft Skills, se você quer conquistar o tão sonhado emprego ou dar outros passos na sua carreira, precisará dessas (e outras) para ter sucesso.

Vale dizer que as habilidades comportamentais também são importantes e necessárias para os objetivos pessoais, afinal, essas habilidades são cruciais para conquistar oportunidades e ter um sucesso profissional.

Como dissemos lá no início, é preciso reflexão e autoconhecimento para identificar quais são as softs skills que demandam desenvolvimento e mais atenção.

Mas, para que você consiga desenvolvê-las, comece pedindo ajuda por meio de feedbacks de seus/suas colegas de trabalho de confiança, liderança, amigos/as pessoais e, também, identificando quais são os mais necessários para a vaga que você ocupa na empresa ou que está buscando.

E então, está esperando o que para desenvolver suas soft skills?

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram