Contrate Soft Skills e Treine Hard Skills

O mundo nunca foi tão tecnológico como está atualmente. Pessoas de todas as idades e diferentes realidades sociais fazem compras por aplicativo, estão se redescobrindo em trabalhos home office, fazem treinos de ginástica e corrida seguindo guias pelo smartphone. 

Nada é como era antes! Então, por que seu processo de recrutamento e seleção tem que ser o mesmo de 10, 15 anos atrás? 

O mundo mudou, e as pessoas mudaram! Pense bem, recentemente, até mesmo áreas de trabalho mais tradicionais, como a medicina, se renderam à revolução digital, basta ver a “telemedicina”, com a realização de consultas pela internet.

Agora, você pode me perguntar: qual a ligação destes exemplos, que contemplam um amplo cenário, com a contratação de profissionais e a avaliação de hard skills e soft skills

Pois bem, em um mundo onde a tecnologia está presente desde nossos pedidos de almoço e jantar de sexta-feira até um procedimento cirúrgico, observamos um movimento intenso na formação profissional técnica, ou seja, nas Hard Skills.

Porém, as Soft Skills, habilidades comportamentais essenciais e necessárias para o time de uma empresa, nunca podem ficar em segundo plano, pois são elas que vão determinar o fit cultural e o desempenho de um/a profissional na empresa. 

Se você faz parte de uma equipe de recrutamento e seleção, pare e responda: é melhor contratar alguém com muitas Hard Skills (conhecimento técnico) ou você acha que as Soft Skills são mais importantes? 

Tenho certeza de que a sua resposta será a busca por equilíbrio, um/a candidato/a que tenha os dois tipos de habilidades. E isso está certo, já que tanto as soft skills quanto as hard skills são importantes para o sucesso profissional. 

No entanto, é difícil encontrar um/a profissional que seja completo, com todas as habilidades comportamentais e técnicas desejadas por uma empresa. Por isso, existe a área de T&D (Treinamento e Desenvolvimento) nas startups e empresas de tecnologia. 

É possível treinar as hard skills e aperfeiçoar as aptidões técnicas, assim como também é possível desenvolver e aprimorar as habilidades comportamentais que ajudam um/a profissional a performar melhor, como, por exemplo, a capacidade de resolução de problemas, trabalho em equipe, liderança, entre outras.

Hoje, é preciso inverter a ótica e olhar pelo ponto de vista do/a profissional e não somente de quem contrata: o que os/as profissionais realmente estão buscando nas empresas?

Em uma parceria, é natural que os dois lados busquem se beneficiar. Afinal de contas, trata-se de uma troca e ela precisa ser produtiva e interessante. 

Os/as profissionais que atuam em carreiras digitais são dinâmicos/as, inquietos/as e estão sempre em busca de desafios. Sendo assim, eles/as querem encontrar um ambiente de trabalho que promova desenvolvimento pessoal e profissional.

E como isso pode acontecer? Através de treinamentos, voltados para o desenvolvimento de Hard Skills e Soft Skills. Simplificando, um/a profissional quer crescer em uma empresa a ponto de sair de lá uma pessoa melhor e se tornar uma referência no mercado.

Por isso, o objetivo ideal das empresas digitais no processo de recrutamento e seleção deve ser conciliar as expectativas de todos/as os/as envolvidos/as no processo. Isso vai te ajudar a conseguir reter seus melhores talentos, acredite!

Por que contratar por soft skills e focar em treinar hard skills?

As Hard Skills são competências tangíveis e que podem ser treinadas mais rapidamente. O resultado do investimento em desenvolver as habilidades técnicas de um/a novo/a contratado/a pode ser percebido em pouco tempo.

Se for para comparar, já que as duas habilidades (técnicas e comportamentais) podem progredir, é possível dizer que é mais viável investir em cursos e preparações técnicas do que mudar o comportamento de uma pessoa.

As Soft Skills são indispensáveis para qualquer profissional. Entre as habilidades comportamentais mais valorizadas pelas empresas modernas, estão liderança, facilidade para trabalhar em equipe, capacidade de resolver problemas e estar aberto/a para novos aprendizados.

Os/as líderes de equipes no mercado digital e os/as recrutadores em geral valorizam pessoas com essas características comportamentais. Mas existem outras habilidades que também são muito importantes. Veja:

  • Criatividade;
  • Organização;
  • Confiança;
  • Proatividade;
  • Resiliência;
  • Persuasão;
  • Comunicação Interpessoal.

Enquanto as Hard Skills são importantes para a performance dos/as profissionais, as Soft Skills são ainda mais importantes para o desempenho da empresa. Por isso, se for para escolher entre o resultado do time e o crescimento individual de alguém, o resultado coletivo estará sempre em primeiro lugar!

Como montar um plano de Recrutamento e Seleção que foque em desenvolver hard skills

Quando o processo seletivo opta por profissionais com Soft Skills, o setor de T&D, de Treinamento & Desenvolvimento, fica encarregado de fazer um planejamento estratégico para aprimorar as Hard Skills de quem está chegando a bordo.

A primeira etapa é separar no plano de Recrutamento e Seleção uma estratégia de mapeamento de habilidades, a ponto de saber quais são as competências técnicas necessárias para atender as tarefas da empresa e descobrir o que precisa ser desenvolvido no/a contratado/a.

Em geral, quando traçamos um plano de Treinamento & Desenvolvimento de Hard Skills, podemos elaborar treinamentos com alguém do próprio time, com um/a profissional de fora ou até mesmo com uma empresa especializada.

Em alguns casos, pode ser que o processo seletivo já preveja que será necessário oferecer ao/a recém-chegado/a aulas de idioma ou de uma linguagem de programação específica, por exemplo.

Enfim, faça um mapeamento completo das habilidades e, neste caso, inclua as Soft Skills também, para ter um perfil completo do/a profissional. Assim, o processo deixa evidente que a organização valoriza pessoas com iniciativa e capacidade de mudança, principalmente com interesse em participar e tirar melhor proveito dos treinamentos.

Saiba que o mapeamento das Soft Skills também será importante para conhecer quem está realmente disposto/a a se envolver com as aulas e adquirir novos conhecimentos.

Para mapear o perfil de um/a colaborador/a no processo seletivo, você pode utilizar softwares que entregam dados muito realistas. Estes programas podem ser implementados nos treinamentos e vão indicar quais competências cada um/a do time deve melhorar, tanto em Hard Skills como em Soft Skills.

No caso dos conhecimentos técnicos, os softwares costumam aplicar testes a fim de verificar a profundidade de uma Hard Skill, como o domínio de uma ferramenta de trabalho, de um idioma ou mesmo de uma linguagem de programação.

Motivação e prática serão as próximas etapas do programa de Treinamento & Desenvolvimento. Todos/as os/as profissionais se sentem mais à vontade para evoluir em um ambiente no qual as pessoas e a própria empresa estejam dispostos a ensinar, sem julgamentos.

A organização e as pessoas precisam ser colaborativas. O/a contratado/a está com dificuldades para fazer uma operação no software? O/a colega ao lado pode mesmo ajudar!

O engajamento das pessoas nos treinamentos e desenvolvimento de Hard Skills e de Soft Skills depende da motivação, da vontade de seguir em frente, de conquistar novas habilidades, de aprender a lidar com uma ferramenta de trabalho diferente e etc. A equipe de T&D precisa se preocupar com isso!

Além disso, todo treinamento eficiente deve, depois das ações, realizar uma análise de resultados com feedbacks regulares. Alguns softwares podem auxiliar a equipe de T&D nessa tarefa!

Quais soluções posso usar para desenhar o T&D? Uma das mais usadas para desenho e planejamento de treinamentos é o Trahentem®, uma ferramenta capaz de unir as expectativas da empresa e dos/as colaboradores/as. 

Hey, você pode encontrar mais conteúdo sobre treinamento e desenvolvimento aqui

Conheça o Gama Corp

A Gama Academy realiza seleção, recrutamento e treinamentos para empresas no programa Gama CORP. Nesta frente, trabalhamos pelo desenvolvimento de Hard Skills e de Soft Skills, em treinamentos corporativos personalizados para a realidade e a necessidade de cada empresa. 

Gostamos de dizer que o Gama Corp é um novo jeito de contratar e treinar profissionais. No processo de Education Recruitment, as empresas têm muito mais chances de encontrar bons/boas profissionais, montando o time dos sonhos! 

Nosso treinamento é direcionado à formação e capacitação de desenvolvedores/as Fullstack (Front e Back End), Inside Sales, Growth Hackers e UX/UI Designers para trabalhar no mercado digital. 

E temos vários cases de sucesso, como o Cubo for Devs realizado com o Itaú e que gerou 128 contratações; o Avanade Academy realizado para a empresa Avanade e que resultou em 30 contratações e muitos outros. 

Quer saber mais? Entre em contato com a gente! Essa é a chance de tornar sua marca mais atrativa e contratar talentos que ajudarão sua empresa a crescer!  

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram