Trabalhar com design: saiba quais são as áreas de atuação

O mercado digital modificou as nossas perspectivas profissionais em todas as áreas, desde aquelas que aparentemente não têm nenhuma relação com a internet e o computador até aquelas que são executadas na frente de um notebook, como a atividade do/a designer

Se a sua intenção é trabalhar com design, o primeiro passo é compreender o que será esperado de você em uma Startup.

Se você é um/a designer “old school” e pretende trabalhar com design dentro do contexto da inovação ou vai disputar uma vaga em uma empresa de tecnologia, você precisa estar disposto/a a aprender coisas novas e, até mesmo, a ressignificar sua carreira toda.

Isso acontece porque a área de design mudou radicalmente nos últimos anos. Quem acha que trabalhar com design ainda é apenas desenvolver panfletos, logomarcas, banners, cartões e outras tarefas de design gráfico, pode esquecer.

Atualmente, empresas de tecnologia e startups, que são as que mais possuem vagas de emprego para pessoas talentosas e que vão trabalhar com design, aumentaram as possibilidades e os campos de atuação deste/a profissional e precisam, cada vez mais, de alguém com mindset de crescimento, ou seja, um/a profissional digital com disposição para aprender.

E por que ser um/a designer ainda é tão interessante? Atualmente, o objetivo de quem vai trabalhar com design é obter, para cada projeto, as melhores soluções em UX e UI. 

Ou seja, a criatividade e o domínio de uma série de ferramentas digitais, cada uma com seus infinitos recursos, serão essenciais para você trabalhar com design e entregar para cada cliente um produto com a melhor experiência possível.

Hoje em dia, trabalhar com design não se limita a criar uma identidade visual, uma arte para um post ou um logo bacana. 

É bem mais profundo que isso, é desafiador, estimulante, cada dia um projeto diferente e novas oportunidades para que você desenvolva suas hard skills.

O que vão esperar de você na área de design? 

Sem dúvida, novos conhecimentos e uma nova postura, por isso, vamos dividir a sua atualização como designer em duas etapas: conhecimento e comportamento. Confira!

Conhecimentos para trabalhar com design

A tecnologia muda tão rapidamente que programas que você usava há alguns anos, talvez já estejam tão ultrapassados que sequer fazem parte do vocabulário de quem está atuando no mercado digital. 

Posso estar exagerando aqui, mas a verdade é que aprender um novo software de design é essencial.

Isso serve para qualquer designer que está na ativa, mas não estuda há muito tempo, e que está querendo voltar a trabalhar com design porque viu que o mercado está aquecido. 

Ou mesmo para quem está começando na carreira. 

Aprender a utilizar novas ferramentas, entre elas as ferramentas de colaboração, vai fazer você se destacar quando for trabalhar em uma empresa de tecnologia, pois seus resultados serão além do esperado – e essa é uma surpresa boa para qualquer startup.

Comportamento para trabalhar com design

Pode ter certeza que, se você vai trabalhar com design em uma startup ou empresa de tecnologia, sua liderança e seus/suas colegas de time vão esperar que você seja uma pessoa com mindset de crescimento.

Mas, o que é isso? É alguém que aceita críticas construtivas, tem vontade de aprender coisas novas, tem o perfil colaborativo, que soluciona uma peça e explica com paciência para alguém do departamento de vendas, por exemplo.

Na verdade, as relações pessoais, que fazem parte das soft skills, são muito importantes para trabalhar com design e ter sucesso na carreira. Mas é claro que ser independente e eficiente com o trabalho também é fundamental! 

Como se dar bem em uma startup ao trabalhar com design

Beleza. Separamos algumas dicas bem importantes para você ter sucesso profissional quando for trabalhar com design. Dá uma olhada: 

  • Use o poder de síntese para encontrar soluções eficientes, mesmo que você tenha um conhecimento muito profundo;
  • Use sua flexibilidade para tocar o projeto adiante, não é produtivo ficar com um projeto parado porque você é um/a designer muito meticuloso/a;
  • Pense no produto e na amplitude dele quando for trabalhar com design UX e UI, com foco em negócios, branding, implementação e usabilidade. Será que você está atendendo a todas as áreas?
  • Saiba defender os seus projetos com conceitos mais profundos, como experiência do/a usuário/a, tecnologia utilizada, funcionalidade, custo x benefício (em números) e estética.

Percebeu como os ventos estão soprando de forma bem diferente para quem gosta de trabalhar com design? 

E, para começar, temos uma super entrevista no vídeo abaixo, onde você pode entender como é trabalhar na prática na carreira de designer! Se liga!

Mas vamos em frente! Ainda temos bastante assunto para tratar, e o próximo tópico é sobre todas as possibilidades que você tem para trabalhar com design em um mercado com várias carreiras.

Quais são as possibilidades de atuação no mercado de design?

Então, designer não é tudo igual? É claro que não! Conforme a carreira foi sendo expandida ao longo dos anos e com a inclusão de muita tecnologia, com o surgimento das startups e do mercado digital, a área do design passou por uma incrível reestruturação.

Por isso, as posições para trabalhar com design em uma empresa atualmente são divididas da seguinte maneira:

Designer Gráfico

Muito procurados/as pelas empresas de tecnologia, estas pessoas designers trabalham basicamente na composição de websites e landing pages, além de outros produtos digitais. O trabalho requer criatividade e conhecimento técnico, principalmente dos softwares mais modernos.

A tarefa de quem vai trabalhar com design gráfico é tentar enxergar como o/a cliente quer o produto de maneira agradável e funcional, utilizando gráficos, tipografia, layout, cores e outros recursos visuais de forma atraente e harmoniosa.

UX Designer

Este talvez seja o melhor posto para você que quer trabalhar com design atualmente e que deseja uma boa remuneração. Mas saiba que as exigências também são bem maiores.

Profissionais de UX Design são especialistas na experiência do/a usuário/a e na satisfação do/a cliente. Por isso são tão valorizados/as pelas startups e empresas de tecnologia, já que sua experiência e soluções impactam diretamente a relação de uma marca com o/a cliente-final.

Para chegar à experiência perfeita e à satisfação absoluta do/a cliente, é necessário trabalhar com pesquisas, tomadas de decisão, sistema inteligente de design, recursos modernos, personas, testes e ferramentas que consigam elevar o padrão de UX.

São muitos os conhecimentos necessários para trabalhar com design UX e ser reconhecido/a como um/a bom/boa profissional, conquistando uma carreira próspera.

Algumas exigências são: saber criar protótipos, usar arquitetura de informações de forma profissional, dominar design visual e design de interação.

Também é interessante saber como desenhar personas, aplicar testes de usabilidade para os/as clientes e pensar em outras soluções que podem envolver você, como profissional, com a real experiência do/a usuário/a e, a partir disso, encontrar uma maneira de melhorar a performance do produto/serviço.

Saber trabalhar com a interface do/a usuário/a e com o design de produto também faz parte do conhecimento do/a designer UX.

UI Designer

Está aqui mais uma função muito valorizada para você trabalhar com design atualmente. 

Uma extensão do design UX, o/a designer UI ou de Interface do/a Usuário/a tem como foco principal a experiência desse/a usuário/a..

Por isso, sua função é compreender como é a interação visual do/a cliente com o produto e aperfeiçoar essa experiência, projetando telas mais agradáveis e perfeitas, ajustando as interações visuais, criando pontos de contato e áreas de movimento, entre outros recursos visuais que deixem a interface mais fluida e atraente.

O conhecimento exigido do/a designer UI para trabalhar com design também é bastante diversificado, pois é preciso saber criar protótipos, fazer testes, identificar cores e letras mais eficientes, estabelecer guias de estilo e criar animações.

Elas/elas são essenciais em todas as empresas de tecnologia, pois tudo o que tem interface tem um/a designer UI envolvido/a no trabalho, então estamos falando de aplicativos, softwares, games, sites e landing pages!

Product Designer

As competências e os salários do/a designer de produtos também estão bastante interessantes no mercado digital. 

Quem pretende trabalhar com design de produtos terá o desafio da inovação e da usabilidade em uma infinidade de produtos, que vão desde eletroeletrônicos até a criação de móveis modernos. 

Já pensou? É realmente um universo de possibilidades!

Sabe uma nova caneta ou uma xícara de café estilosa? Um/a product designer está por trás deste produto diferenciado, e é esse mesmo o objetivo: oferecer ao mercado algo novo, surpreendente, útil, funcional e que tenha bons resultados nas vendas.

Em geral, antes de avançar para a parte prática de construção de produto em um CAD, o/a designer de produto faz uma extensa pesquisa com usuários/as e clientes, faz esboços e até protótipos. 

Depois de alguns testes, já é possível começar a produzir amostras do produto-final, que vai, mais uma vez, para análise dos/as clientes em campo.

Muitos fatores vão influenciar no resultado do produto com os/as clientes, como peso, cor, tamanho, formato, ergonomia, funcionalidades e estética. 

Geralmente, o/a product designer também sabe bastante sobre materiais (qual é melhor para determinado produto, qual apresenta o melhor custo benefício ou mais resistência), além de entender um pouco sobre métodos de produção.

Design de Serviço

Se você deseja trabalhar com design de serviços, o foco do trabalho será gerenciar serviços, saber como eles podem evoluir e criar novos serviços para startups e empresas no geral, principalmente digitais.

Vários conhecimentos são importantes para executar o trabalho, como prever como os/as clientes receberão um serviço, qual será a interação do público com o serviço oferecido, ter conhecimento profundo do ecossistema completo do serviço, sabendo identificar erros e implementar soluções. 

A fidelização dos/as clientes também será uma de suas responsabilidades.

Hard Skills – Essenciais para trabalhar com design em todas as áreas

Todas as carreiras que mencionamos acima são interessantes, não é mesmo? 

Se você é um/uma designer apaixonado/a, que gosta de desafio e criatividade e está empolgado/a com as possibilidades de um mercado que não para de crescer e disponibilizar ótimas vagas, saiba que o conhecimento técnico é essencial.

Como você vai desenvolver um produto sem dominar um software CAD? Ou desenhar um jogo se não sabe sequer em qual ferramenta poderá fazer este projeto?

Ao mesmo tempo em que as oportunidades e possibilidades para trabalhar com design surgiram, a exigência de profissionais com hard skills foi ficando maior, já que as empresas não precisam apenas de pessoas com ideias e criatividade, mas que saibam executar o trabalho e entregar o produto pronto!

E, depois que você fizer um curso de designer e dominar várias hard skills, tiver conhecimento profundo sobre as ferramentas, softwares, materiais, tecnologias, protótipos e outros elementos ligados ao design, quem sabe você não cria seu próprio negócio?

Muitas pequenas e médias empresas estão estourando no mercado com produtos inovadores (e sempre há um/a ou mais designers por trás).

Estes novos produtos vão desde peças de roupas até acessórios para a casa, games, artigos para casamento, embalagens ecologicamente corretas e divertidas, e muito mais. 

Mas se o seu objetivo é entrar para aquela startu que você tanto admira, dá uma olhada neste conteúdo do nosso blog que fala exatamente o que você precisa para conseguir essa vaga!

A partir de agora, só depende de você! Defina qual área do design mais te atrai e comece a se preparar para arrasar na carreira!

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram